Visitar página no facebook

És de Braga?

Quem nunca ouviu a expressão És de Braga?
Esta curiosa expressão é frequentemente dirigida a alguém que deixa uma porta aberta.
Então e o porquê do seu uso?

Encontramos uma razão histórica que justifica esta construção. Tudo indica que os bracarenses foram os primeiros a não colocar uma porta de madeira nas entradas das muralhas da cidade.
Recuemos até ao século XVI, altura em que foi mandada construir uma imponente porta nas muralhas de Braga – o Arco da Porta Nova (uma das antigas entradas da cidade). Tal arco nunca teve nenhuma porta de madeira, dado a cidade já se estender para fora das muralhas e de se viver tempos de paz. O feito foi inédito na época, uma vez que as restantes portas da muralha ainda eram todas fechadas ao final do dia. Assim, os bracarenses ficaram conhecidos por serem aqueles que nunca fechavam a porta.

Também há quem defenda que esta expressão é uma forma simplificada de “És de braga e chamas-te Lourenço?”.
Lourenço era um arcebispo ilustre de Braga, cujas ações nem sempre agradaram a nobres, e que acabou por ser destituído pelo papa a pedido do rei. Excomungado, decidiu partir para Roma e, com a sua excelente argumentação, acabou por convencer o papa a restituir-lhe o cargo. Desta forma, a expressão "És de Braga e chamas-te Lourenço?", quando empregada, vai dirigida a pessoas ilustres que conseguem sempre o querem, isto é, para as quais as portas se abrem. Nos tempos atuais, a irónica expressão pretende chamar a atenção de alguém por deixar a porta aberta, estando subentendido que essa pessoa se considera mais importante que as demais e que, por isso, não precisa de fechar a porta ou até que não o faz porque alguém o fará por ela.

Por último, há uma outra possível razão e que aponta para o facto de o povo bracarense ser muito comunitário e unido. Entre vizinhos nunca se preocupavam em fechar a porta de casa. Todos eram bem-vindos, sempre que quisessem. Se isto é algo impensável nos dias que correm, não parecerá tão estranho se pensarmos em algumas aldeias mais interiores em que esse costume ainda vigora!

A equipa do PLP – português à letra

Comentários (2)

  • Alberto Ferreira

    Alberto Ferreira

    29 novembro 2015 às 19:51 |
    Segundo um professor de história, o verdadeiro significado da expressão " és de Braga (e chamas-te Lourenço) " assenta no facto de o Arcebispo D.Lourenço Vicente (1374 - 1397), ter mandado retirar a porta de madeira, da entrada principal da cidade - Arco da Porta Nova.-
    Terá sido, assim, a primeira cidade do País a manter as suas portas sempre abertas.
    Com os meus cumprimentos
    Alberto Ferreira
  • LUIS COSTA

    LUIS COSTA

    20 janeiro 2016 às 15:28 |
    Consultando o Dicionário de Português, EDITORA, sobre a palavra BRAGA, encontro as seguintes definições :
    BRAGA: muro das antigas fortificações; ARGOLA QUE PRENDIA A PERNA DOS FORÇADOS; pl:
    calções: calças largas e curtas, etc.

    De todas aquela a que mais se aproxima, em meu entender, com a "expressão é de Braga, deixas a porta aberta" é da "argola que prendia a perna dos forçados", porquanto todos sabemos que os condenados a trabalhos forçados, tinham uma argola numa das pernas que prendia um corrente de ferro que na extremidade tinha uma pesada bola de ferro. Logo ao ultrapassar uma porta não a fechavam porque a bola ficava para trás . Será esta a explicação ? Parece-me a mais plausível. No entanto, é uma opinião. O de Lourenço, aceito a do nome do Arcebispo, um dos heróis de Aljubarrota.

Deixe um comentário

Está a comentar como convidado. Login opcional abaixo.

PARCEIROS

 

Menu