Visitar página no facebook

boas festas ou boas-festas?

Boas-festas e Boas festas, uma diferença muito subtil

O vocábulo boas-festas designa o “cumprimento exprimindo desejos de bom Natal ou de bom Ano Novo" e o "postal ou cartão usado para enviar cumprimentos por altura do Natal ou do Ano Novo".
« Deixe Doroteia, dê-lhe as boas-festas, mas e (...)» (M. V. DA COSTA, Missa, p. 413).
Mandei hoje as boas-festas aos meus amigos do Porto.

Contudo, quando se deseja que alguém tenha umas festas felizes, ou seja, expressamos esse desejo, não devemos usar o hífen:
«Boas festas! Boas festas! Aleluia!»(AQUILINO, Terras do Demo, p. 216).

«Em frases como desejar boas festas, desejar que alguém tenha boas festas, etc., as palavras boas e festas não se unem com hífen, porque constituem mera associação de um adjectivo e um substantivo, o primeiro em normal concordância com o segundo; mas em frases como dar as boas-festas, enviar um cartão de boas-festas, etc., tais palavras já se unem desse modo, porque formam um composto. Casos análogos: desejar boas entradas (de ano); dar as boas-entradas.» (in Rebelo Gonçalves, Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa, Atlântida, 1947, p. 207).

Boas-festas, cumprimento, com hífen. Boas festas, deseo, sem hífen.

A equipa do PLP – português à letra

Comentários (0)

Deixe um comentário

Está a comentar como convidado. Login opcional abaixo.

PARCEIROS

 

Menu