Visitar página no facebook
João Abel da Fonseca

JOÃO ABEL DA FONSECA (CV RESUMIDO). N. Lisboa, 1953

Licenciado em História pela FLUL (1986/1990) e Pós-graduado em História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa (1990/1992), pela mesma; Associado fundador do Instituto de Cultura Europeia e Atlântica (ICEA), sendo Presidente do Conselho Superior e Vogal do Conselho Consultivo, desde a sua fundação em 2003; Membro emérito da Academia de Marinha (desde 2012, correspondente em 1997 e efectivo em 2003), onde é Vogal da Comissão Científica da História da Marinha Portuguesa, e ocupou durante 13 anos (2003-2015) o cargo de Vice-Secretário-Geral e Secretário da Classe de História Marítima; Académico correspondente da Academia Portuguesa da História, desde 2004; Sócio correspondente da Academia das Ciências de Lisboa, Classe de Letras, 7ª Secção, desde 2018; Sócio efectivo da Sociedade de Geografia de Lisboa, desde 1992, onde é Vice-Presidente da Secção de História, Secretário da Secção de Estudos Luso-Árabes e Vogal fundador da Comissão Europeia; Sócio efectivo da Sociedade Histórica da Independência de Portugal, desde 1992, onde lecciona na Academia Lusófona ‘Luís de Camões’, é Vogal do Instituto Ibn Muqana e Presidente da Direcção do Instituto D. Álvaro de Bragança; Sócio efectivo do Instituto de Cultura Ibero-Atlântica (ICIA), desde 1998; Sócio honorário do Instituto Prometheus – Associação para Estudos Históricos e Interdisciplinares (IPAEHI), desde 2013; Sócio efectivo do Instituto D. João de Castro, desde 2015; Membro do projecto DIAITA – Património Alimentar da Lusofonia, do CECH da Universidade de Coimbra, desde 2018; Membro correspondente do Instituto Balear de la Historia, desde 2015; Membro correspondente da Academia Uruguaya de Historia Marítima y Fluvial, desde 2016; Investigador do Centro de Investigação Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão, desde a sua fundação, em 2011; Participou em cerca de 150 congressos, simpósios, colóquios, cursos e encontros similares na área da História e realizou conferências ou apresentou comunicações em 14 países de quatro continentes; Tem cerca de 120 trabalhos publicados em Actas, Memórias, Anais, Revistas ou Boletins; É autor de várias entradas no volume II do Dicionário da Expansão Portuguesa, recentemente publicado pelo Círculo de Leitores; Foi agraciado, em Janeiro de 2016, pelo Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada, com a Medalha Naval de ‘Vasco da Gama’, “pelo elevado mérito, muito contribuindo para o prestigiado cumprimento da missão da Academia de Marinha e, consequentemente, da Marinha Portuguesa”.   

Comentários (0)

Deixe um comentário

Está a comentar como convidado. Login opcional abaixo.