Visitar página no facebook
Sobre as sequências consonânticas
segunda, 06 fevereiro 2017
Sobre as sequências consonânticas
Por Ana Salgado

Com a base no princípio fonético, a nova ortografia cria palavras que não existiam no sistema ortográfico português, por exemplo, o caso de receção, que tem sido a grafia oficial em Portugal, mas recepção também é aceite porque é pronunciada com p no Brasil.

Maiores dificuldades surgem quando existe variação dentro do mesmo espaço geográfico, quando o próprio falante tem dúvidas se pronuncia, ou não, a consoante.

Sobre a acentuação gráfica
sexta, 06 janeiro 2017
Sobre a acentuação gráfica
Por Ana Salgado

Propõe-se a reposição do acento: em pára e quando entra em compostos separados por hífen (Base XV, 1.º) para não se confundir com a preposição para; em péla e pélo/pêlo para não se confundir com as contrações pela e pelo.

O prefixo re-
segunda, 19 dezembro 2016
O prefixo re-
Por Ana Salgado

Nas formações com o prefixo re-, mesmo nos encontros de vogais iguais ou quando o segundo elemento inicia por h, não se emprega o hífen, como em reescrita (re-+escrita) ou reabilitar (re-+habilitar).

Sobre o emprego do hífen (1)
terça, 13 dezembro 2016
Sobre o emprego do hífen (1)
Por Ana Salgado

Segundo a nova ortografia, as locuções de qualquer tipo não são hifenizadas, o que, na verdade, não apresenta qualquer alteração relativamente ao texto de 1945. No entanto, quando se escreve ‘salvo algumas exceções consagradas pelo uso’, consideramos que existe um descuido de redação, ponto que tem provocado ambiguidade e diferentes interpretações.

Sobre ântero-, ínfero-, íntero-, látero-, póstero-, súpero-
quarta, 07 dezembro 2016
Sobre ântero-, ínfero-, íntero-, látero-, póstero-, súpero-
Por Ana Salgado

Os vocábulos iniciados por ântero, ínfero, ínterolátero, póstero e súpero não perdem a sua individualidade morfológica, e, por isso, devem unir-se por hífen ao elemento seguinte.

Crómio ou cromo?
segunda, 21 março 2016
Crómio ou cromo?
Por Bernardo Jerosch Herold e Ana Salgado

Perante uma pergunta, que nos foi feita recentemente, se em português se deve usar o nome crómio ou cromo, fomos levados a elaborar um esclarecimento. Parecer académico de Bernardo Jerosch Herold e Ana Salgado.

Sobre o zica
quinta, 25 fevereiro 2016
Sobre o zica
Por Ana Salgado

Escreve-se zica ou zika? Maiúscula ou minúscula? Masculino ou feminino? Como traduzir zika virus?

Parecer da Comissão do Instituto de Lexicologia e Lexicografia da Língua Portuguesa.

A propósito de palavras terminadas em -lito
quarta, 02 dezembro 2015
A propósito de palavras terminadas em -lito
Por Ana Salgado e M. J. Lemos de Sousa

Parecer académico de Ana Salgado e Manuel João Lemos de Sousa sobre as palavras terminadas em -lito, no âmbito da terminologia das rochas ígneas.

Vocábulos óptica/óptico vs. ótica/ótico: uma questão da nova ortografia
quinta, 19 novembro 2015
Vocábulos óptica/óptico vs. ótica/ótico: uma questão da nova ortografia
Por Ana Salgado

Parecer da Comissão do Instituto de Lexicologia e Lexicografia da Língua Portuguesa.

Marca-d'água ou marca de água: uma questão de apóstrofo
quinta, 12 novembro 2015
Marca-d'água ou marca de água: uma questão de apóstrofo
Por Ana Salgado

Embora as duas grafias sejam admissíveis, recomenda-se a grafia marca-d’água.

Eça de Queiroz ou Eça de Queirós?
quarta, 04 novembro 2015
Eça de Queiroz ou Eça de Queirós?
Por Ana Salgado

Eça de Queiroz passou a ser escrito Eça de Queirós. Porquê?

Bom senso ou bom-senso?
segunda, 02 novembro 2015
Bom senso ou bom-senso?
Por Ana Salgado

Empregar, ou não, hífen? Ponto que sempre precisou de cuidados especiais.

Enzima: uma questão de género
quarta, 28 outubro 2015
Enzima: uma questão de género
Por Ana Salgado e Bernardo Jerosch Herold

Parecer académico de Ana Salgado e Bernardo Jerosch Herold sobre o género do vocábulo enzima.